domingo, 15 de abril de 2007

Boa vida...




Por noites findo meu ideário de boa vida
Seria este, um beijo em meio a multidão?
Abraços sorridentes, e mãos dadas em praça pública?
Declaração em papel passado em cartório?
De amor igualmente amor...
Na noite findo, contanto que ao menos em canto eu me faça
Enquanto se vai...a noite
Dos sonhos, a adormecer...
...a boa vida que me passa com o tempo.

© 2007 by Danilo Cândido Todos os direitos reservados ao autor

2 comentários:

Nobre Epígono disse...

Ôoooo... Que pinüinzinhos lindos!

Hahhahahahahha... A poesia também, ó!

xP

karinaburgoa disse...

sem comentarios!!estou sem palavras..que orgulho do meu maninho!!beijosssssss