sexta-feira, 30 de novembro de 2007

O Cd voador




Meu ar nesta noite quase...
É um ar de “meu futuro não me pertence”
N’ouvido canção...
Cabeça e mão...pensando...

Queria ler o mundo duma vez só
E entender tudo sabe...?
Sem mais delongas...
Sem pró nem contra...

N’tão dê-me a conta
Do bar...do lar
Água-luz-telefone
Do ar...que respiro
Do espirro...

Vendo o meu discurso...
Uma bagatela...
Ponho na tela de uma tv
Como um anúncio

Do fim, um prenúncio...
Vejo apocalipticamente
Um mar a engolir
Um pouco de mim...
Tenta se matar...

Não creias demente!
De mente inteira...
Sou eira sem beira...
Sou luz, a centelha
Que irá te salvar!

Nem acredite nesta bobagem...
É melhor crer no disco...
Que disco que nada...
Agora é mais chique:
No Cd voador!

Danilo Cândido.

Um comentário:

Nobre Epígono disse...

Huumm... Esse que està dentro do disco, ou cd, parece muito contigo!

Ahahhahahaa..
=P