sexta-feira, 9 de março de 2007

LUZ


Luzimento...que nasce da mente...
A mente de luz...que é tanta...se faz minha escrita
De dentro de mim...de mim meu amor...
O nosso tão nosso...o meu dissabor
Só quero ser livre...à mim liberdade
Enquanto me esquivo da Terra...
Em outros planetas...Anos luz...
Estrelas...no céu da boca...
Da boca um dúbio silêncio...
A luz nos cancela...com jeito brilhante
De quem sabe tudo...de quem pode...
Em tantos “não sei”...ninguém me entenda..
A luz que luzia...luz do dia...dia e noite...
São idéias...poesia...minha luz...
Da mente, que esconde...os meus pensamentos...

Copyright © 2007 by Danilo Cândido Todos os direitos reservados ao autor

Um comentário:

Nobre Epígono disse...

^^

Luz que mostra o que não pode ser mostrado.

[só eu entendi isso que disse]


aHIUAHiuhaiUHAIha....